Copywriting, vendendo através da escrita!

O famoso Copywritng é a palavra utilizada para descrever a ação de: escrever para vender, ou seja, produzir um conteúdo chamativo e curto que passe ao consumidor a ideia de que aquele produto é o melhor naquele momento para sua aquisição. Normalmente o Copywriting é elaborado com um parágrafo, em que fique claro o que o produto é, para que serve e inclusive algumas vezes seu preço e onde pode ser encontrado.

Se por exemplo, o objetivo do Copywriting for descrever uma máquina de lavar, então este ficaria assim: “Esta máquina de lavar, de uma marca renomada, serve para os consumidores que desejam conforto e facilidades ao mesmo tempo, uma vez que ela lava três vezes mais produtos de uma vez do que outras concorrentes. Pode ser encontrada em nossas lojas de eletrodomésticos espalhadas pelo país, assim como através de plataformas virtuais que permitem facilidade na compra”.

Observamos um Copywriting na descrição acima, uma vez que, é possível perceber uma tentativa de venda a partir dela. Basicamente o sistema significa isso, convencer o consumidor que se aquele produto for adquirido, ele terá benefícios com ele. O Copywriting é diferente de um texto ou artigo empresarial porque ele é resumido, traz apenas a base do conteúdo, para então, fazer com que o consumidor realmente se interesse por ele, queira o ter.

Para convencer este leitor é preciso que se utilizem técnicas que o façam ser influenciado pelas ideias passadas, ou seja, que ele passe a ter certeza que aquele produto modificará sim o seu cotidiano, facilitando etapas, no caso da máquina de lavar.

Algumas empresas contratam um funcionário apenas para que ele propague sua empresa através do Copywriting, portanto ele apenas pega a palavra chave e então, a partir dela, descreve o produto que será vendido.
Em outras instituições, os próprios funcionários da empresa ficam responsáveis por este serviço, assim descrevendo os produtos do setor em que eles trabalham e divulgando onde for necessário. Assim, a empresa, querendo ou não, acaba passando para seu funcionário as técnicas do Copywriting e assim, eles fazem esta produção.

Esse Copywriting pode ser utilizado para publicação em diversos fins, entre eles nas descrições de produtos de lojas online, sites ou redes sociais e ainda para adicionar conteúdo à panfletos ou materiais que são distribuídos nas ruas ou nas próprias lojas.

copywriting

Leia também: Funil de vendas no marketing digital, entenda o conceito

O Copywriting como melhor forma de vendas

Há quem acredite que o Copywriting é a melhor estratégia de vendas, uma vez que ninguém compra um produto sem saber nada sobre ele e ao mesmo tempo ninguém mais deseja ler tanto assim sobre o produto.

A leitura fácil que esta tipologia proporciona faz com que diversas pessoas passem a preferir mil vezes ela a um texto formal ou longo. Percebe-se a importância do Copywriting quando as estratégias de marketing que estão sendo propagadas não tem mais tido tantos resultados e é necessário escolher outras.

Uma vez que esta é usada é possível que qualquer cliente, sendo público alvo ou não, entenda e perceba que existe a possibilidade de entender o produto em poucas palavras, de uma forma resumida, sintetizada e assim, queiram adquirir o produto.

Um discurso de vendas, por exemplo, só é possível com algumas ideias sintetizadas, com algumas chamadas de atenção que sim, façam com que o leitor interaja, se sinta parte do texto e realmente procure a instituição para fazer a compra. O interessante é que é possível que o Copywriting seja usado não apenas em um local ou para alguma estratégia da empresa, mas sim para todas.

Em qualquer espaço ou intenção é possível encaixar a linguagem fácil e interativa para assim, o cliente seja conquistado e venha a efetivar a compra naquela empresa.

 

Estratégias de Copywriting

Para que o Copywriting tenha sucesso, são necessárias algumas estratégias. Entre elas, utilizar a persuasão, que nada mais é do que estruturar o texto da melhor forma possível, adicionando detalhes que venham a convencer o leitor é uma das estratégias. Outra delas está nos gatilhos mentais, que quando são utilizados, acabam fazendo com que o consumidor não esqueça mais do que está sendo propagado.

Assim, toda vez que a pessoa pensar em comprar algum produto, vai lembrar a marca que utilizou o gatilho mental para conseguir fazer com que ele fosse convencido.

Definir o objetivo do Copywriting antes de iniciar a produção também é essencial, já que sem objetivos não se existe a possibilidade de construir um contexto coerente e coeso para o consumidor.

[contact-form-7 id=”98″ title=”Formulário de contato 1″]

&nbsp

You may also like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *