Marketing para pequenos negócios, por onde começar?

Que a propaganda é a alma do negócio isso todo mundo sabe, porém nem todas as instituições tem a possibilidade de gastar tanto dinheiro assim com estes recursos, uma vez que algumas, de pequeno porte, não possuem a possibilidade de gastar muito com a sua divulgação. O Marketing para pequenos negócios, desta forma, requer que sejam pensadas estratégias de baixo custo, mas que mesmo assim, consigam atingir um público esperado.

O que fica claro é que em meio a tantas opções, muitas vezes fica difícil para a empresa, que não possui experiência no mercado, escolher qual seria a melhor forma para propagar seus serviços. Observa-se que existe um problema muito grande com relação a escolhas erradas, uma vez que estas podem gerar prejuízos em longo prazo para a instituição.

marketing-digital-para-pequenas-empresas

Leia também:  Marketing digital para pequenas empresas, como fazer?

Dicas de Marketing para pequenos negócios

Quando o assunto é o Marketing para pequenos negócios, uma das primeiras coisas a ser pensada é na definição do que se pretende com relação àquela propagação. Isso porque, a empresa que não sabe o que deseja com aquela estratégia, não conseguirá atingi os seus objetivos. Observa-se que quanto mais específico for o objetivo, maior a chance de dar certo, uma vez que não adianta querer alcançar dez objetivos em apenas uma estratégia, pois pode não atingir o consumidor.

Depois de estabelecido o objetivo com esta propaganda, o Marketing para pequenas empresas se preocupa em conhecer o público que se quer atingir. Isso porque, quanto mais se conhece o público alvo, mais se produzirá um conteúdo voltado exatamente para ele, o que o fará se sentir diferente, tratado com individualização pela empresa. Se for produzido qualquer conteúdo para qualquer pessoa, dificilmente alguém será convencido, pois ficará visível esta generalização.

Só então são pensadas quais são as estratégias de Marketing para pequenos negócios que serão usados uma vez que, agora já se sabem os objetivos e qual o público alvo. Nesta etapa, tudo dependerá do dinheiro que se quer ou pode investir, uma vez que, para cada possibilidade de estratégia, existe ou não um custo.

A internet, por exemplo, quando usada como estratégia de marketing pode não gerar custos, uma coisa que não ocorre quando se contrata um profissional de publicidade para criar uma campanha e depois esta é impressa e então entregue por “panfleteiros”. Este seria um processo que requereria a participação e o gasto com três etapas, o que para as empresas que estão começando, nem sempre é a melhor solução.

Conhecendo a concorrência

Entender e conhecer a concorrência também deve ser um ponto com relevância na questão do Marketing para pequenas empresas, uma vez que podem ser pesquisadas estratégias que as mesmas usam e geram resultados e esta instituição passa a usar estas mesmas estratégias. Porém, é preciso entender que, cada empresa tem as suas possibilidades e diferenciações com relação às outras e nem sempre este processo de usar as mesmas estratégias que outras podem dar certo.

Percebe-se então que, quanto mais pesquisas de resultados positivos e orçamentos feitos antes de iniciar a propagação do Marketing para pequenas empresas, maiores as chances de se atingir resultados que sim, darão certo mesmo sem grandes custos para isso. O que importa não é o tamanho da empresa e sim, se as estratégias usadas foram positivas e geraram resultado.

Como avaliar se a estratégia de Marketing para pequenas empresas estão gerando resultados?

De nada adianta utilizar a maior quantidade de estratégias e não saber qual delas está gerando resultados, uma vez que estes dependem normalmente destas opções. Imagina-se, por exemplo, uma empresa que no mês de abril passou a utilizar quatro tipos de estratégias de Marketing para pequenas empresas e assim, aumentou suas vendas em 50%. A partir do momento que não há um controle de cada uma delas, não é possível que se estabeleça qual delas realmente tem eficácia.

Porém, se as empresas passarem a ter um controle efetivo de qual estratégia tem mais resultados e qual o custo benefício de cada uma, é possível que se tenham resultados de forma mais específica. Um exemplo está no fato de que, se um dos métodos de Marketing para pequenas empresas é usar o Facebook como método de divulgar os produtos da empresa e se tem um controle de quantas pessoas acessam e afirmam comprar por conta desta rede social, então fica claro que esta é uma possibilidade que dará certo, uma vez que, tem tido resultados e ainda, quase não tem custos.

Dessa forma, o Marketing para pequenas empresas pode ser considerado simples, basta entender que é necessário conteúdo, escolha do meio de divulgação de acordo com objetivos e orçamento disponível e, o mais importante, controle destas formas.

[contact-form-7 id=”98″ title=”Formulário de contato 1″]

You may also like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *