Outbound marketing, o que é e ainda funciona?

outbound marketing

Nos últimos 100 anos, a evolução tecnológica aconteceu de uma forma nunca vista antes. Pode-se perceber isso em artigos como carros e alguns serviços, como viagens aéreas, que antes apenas eram consumidos por classes mais altas, e hoje em dia já estão ao alcance de quase todas as pessoas.

E essa revolução não aconteceu só no mercado, mas também foi aplicada ao marketing.

Tempos atrás, campanhas de marketing eram restringidas apenas as grandes empresas, pois apenas elas possuíam orçamento para investir nesta área. Afinal de contas, divulgar a maraca, seja por meio de Outdoors, ou por propagandas na televisão, eram muito caros e apenas gigantes do mercado tinham condições de usufruir do marketing.

Com isso, a menos que você fosse proprietário de uma grande empresa, um de seus únicos meios de divulgação será o famoso boca a boca.

No entanto, com a ascensão da internet, que veio a se tornar a principal ferramenta de buscas nos dias atuais, esse cenário mudou. Isso por que boa parte das informações presente na internet está ao alcance de praticamente todas as pessoas.

 

O que é o Outbound marketing?

É fundamental para uma empresa ter seu SEO bem trabalhado, para que esteja bem colocada nas ferramentas de busca da internet , e com isso ser encontrada com maior facilidade pelo seu público-alvo. Investir em SEO é uma estratégia muito mais barata do que investir em comerciais em televisões , além de ser muito mais fácil analisar o impacto causado no seu negócio, por meio de ferramentas como o Google Analitycs e RD Station que mensuram o sucesso de suas estratégias de prospecção passiva.

Com a incrível ascensão do Google, surgiu também a necessidade de se criar conteúdo de qualidade, e que suprisse a necessidade de seu público-alvo.

E isso fez com que o Marketing de Conteúdo começasse a ser trabalhado de forma profissional, com empresas do ramo produzindo conteúdo para outros sites, com a intenção de aumentar o fluxo de visitantes de seus clientes.

 

outbound marketing

 

E por meio disso, muitas empresas conseguiram novos clientes de forma passiva, ou seja, sem precisar ligar para divulgar seu produto ou ir ao mercado procurar novos clientes ativamente. Foi aí que o Outbound Marketing começou a ser visto como algo ultrapassado.

No mesmo momento em que ele precisava de vendedores para trazer retorno, o Inbound traz retornos com praticamente nenhum investimento pessoal.

Foi então que várias empresas deixaram de investir em outbound, e passaram a investir mais em inbound, acreditando erroneamente que um substituía o outro, onde na verdade, um complementa o outro.

Confira abaixo algumas vantagens do outbound marketing:

Velocidade do ROI

Variáveis como volume de tráfego e leads são difíceis de prever

Facilidade para encontrar profissionais na área

Agilidade na validação de premissas

 

O inbound marketing por sua vez, traz mais retornos a médio/longo prazo, enquanto o Outbound tem retornos mais instantâneos. Isso prova o quanto os dois métodos se complementam, pois enquanto você ainda tenta trazer novos visitantes para sua página, sua equipe de Outbound já consegue novos clientes para sua organização.

 

[contact-form-7 id=”98″ title=”Formulário de contato 1″]

Marketing no Facebook, como usar corretamente?

marketing no facebook

O marketing no Facebook é uma estratégia para gerar maiores lucros a sua empresa. Com ele é possível construir diversas novas possibilidades para divulgar os produtos de uma empresa. Muita gente o utiliza como forma de propagar uma loja física, enquanto outros criam apenas as vendas pela rede social.

Uma das perguntas que as pessoas se fazem é de como anunciar corretamente através do Facebook. Até porque, sabe-se que muitas pessoas têm sucesso através das vendas online e outras não.
Utilizar a estratégia certa de marketing digital é essencial para este bom resultado.

Isso porque o local de publicação, por exemplo, item tão simples, se não for bem escolhido pode prejudicar o processo inteiro. Se for criado um grupo específico para vendas, só será possível divulgar o material para aquele grupo específico, quem faz parte dele. Porém se uma página for elaborada ou um perfil, dependendo das configurações expostas é possível optar se quem curtir a página terá acesso ou apenas o grupo determinado de amigos adicionados, respectivamente.

Depois de escolhida a forma da publicação do marketing no facebook, como continuar?

Ter um objetivo com relação ao anúncio que será inserido, é fundamental para que o processo termine bem. O mais importante é perceber que existem possibilidades diversas e que assim, cada uma delas deve ser adaptada de acordo com as necessidades que se tem.

Isso porque, se a empresa já é conhecida no mercado, não precisará começar do zero, poderá começar as suas divulgações de acordo com o quanto é conhecida ou não. Se estiver iniciando agora no ramo, a estrutura de conteúdo que vai ser utilizada deve ser bem mais elaborada, com um conteúdo relevante que gere informação ao leitor que possivelmente ainda nem conhece a marca, nem o produto.
Ser direto, utilizando linguagem clara, é outra forma de marketing no Facebook. Se a linguagem que você usa durante suas publicações na rede social não for direto ao ponto que você deseja chegar, existirá uma possibilidade muito grande em torno da ideia do seu texto não terminar de ser lido. Um exemplo que contempla isso também é o marketing no Instagram!

Na época da tecnologia, as pessoas não perdem mais tempo com assuntos que não lhe interessam. Do contrário, se o seu texto for criativo e contiver uma quantidade de informações ideal, a sua instituição ou produto passarão a ser conhecidos por aquela pessoa, que se optar por não finalizar a compra naquele momento, lembrará a possibilidade de contratar sua empresa em outro momento.

E se não existe prática com a utilização do Facebook?

É possível contratar profissionais para a criação do marketing no Facebook quando não se tem prática. Desta forma é possível que toda a sua rede seja elaborada de forma correta e as possibilidades de melhores resultados são maiores. Algumas empresas, inclusive, contratam mais de um funcionário, um para a área da estética do site e outro para as produções do conteúdo.

 

marketing no facebook
Ao se criar uma equipe, uma pessoa pode também ficar responsável apenas pelas imagens da página, já que quanto mais chamativa, mais terá chances da publicidade ser lembrada pelo consumidor ao adquirir o produto. É necessário também que esta página seja sempre acessada e que as pessoas recebam respostas aos comentários ou questionamentos que fizerem naquele espaço ou então os objetivos que se pretendem alcançar com a rede não serão resolvidos.

 

Como otimizar o marketing no Facebook?

Ampliar a rede de amigos de alguma forma, também faz parte de uma das sugestões para quem deseja iniciar suas vendas com o marketing no Facebook. No início do negócio, é necessário propagar os conteúdos para a maior quantidade de pessoas e aumentar o número de pessoas adicionadas facilitará este processo. Assim, as chances de alguém compartilhar alguma informação ou pesquisar mais sobre a empresa através de outras fontes será facilitada, uma vez que existem estas possibilidades.
Um erro comum, mas que não pode ser cometido é não personalizar a página da rede social de acordo com o que se espera. Quanto mais específico você for, mais cliente conseguirá.

 

 

 

Isso porque os consumidores procuram conteúdos e informações precisas. Se forem adicionadas promoções na página e o cliente souber disso, antes de adquirir o produto da concorrência visitará a sua página para averiguar se existe ou não promoção para aquele produto naquele momento. Se bem utilizada, a rede social Facebook pode servir inclusive como única forma de venda, porém todas as estratégias devem ser usadas.

O que é Marketing de guerrilha e como usá-lo?

marketing de guerrilha

O marketing muitas vezes precisa se valer de estratégias especiais para chamar a atenção do público interessado. Uma possibilidade é conhecer o que é o marketing de guerrilha e como ele pode ser usado para chegar aos resultados esperados. O nome já demonstra que se trata de uma tática de marketing que é diferenciada por aplicar de alguma forma alguns toques de um pouco de agressividade para chamar atenção da audiência.

Embora seja um tipo de marketing que data da década de 1970, o guerrilha é um dos tipos de marketing muito efetivo e bastante atual. Estamos vivendo um momento de grande profusão de marcas e empresas que atuam no mesmo segmento. Conseguir se destacar nesse mar de possibilidades nem sempre é fácil e por isso mesmo apostar em estratégias de guerrilha pode ser uma excelente ideia. Saiba mais sobre esse conceito de marketing e como aplica-lo.

O que é marketing de guerrilha? Como usá-lo?

Definição de marketing de guerrilha

A criação do termo data da década de 1970 e foi dado pelo publicitário norte-americano Jay Conrad Levinson. A inspiração dele para nomear essa estratégia foi a guerra do Vietnã. Mesmo não tendo tanto poder de fogo os vietnamitas conseguiram causar muitos problemas para os norte-americanos apenas usando táticas de guerrilha. Também se baseou no fato de que as estratégias propostas tinham mais agressividade para impactar o público interessado. Em resumo da definição de o que é marketing de guerrilha podemos dizer que é uma ação que causa grande impacto tendo custado pouco.

 

marketing de guerrilha

 

Diferencial – A abordagem

De uma forma geral podemos dizer que o marketing de guerrilha se parece com o marketing convencional no sentido de que faz um anúncio ou uma ação e espera a reação do público. O que diferencia esse tipo de estratégia é a abordagem que se fará do público interessado, isto é, como será atraída a atenção das pessoas para o que se está tentando anunciar.

Dicas práticas de como usar o marketing de guerrilha

Agora que você já entendeu o que é marketing de guerrilha deve estar se perguntando como aplica-lo como estratégia para a sua empresa, confira as dicas abaixo.

– Cuidado com os resultados

Os resultados obtidos com as estratégias de marketing de guerrilha podem ser tanto bons quanto ruins, pois talvez o seu público se sinta um pouco intimidado com esse tipo de ação.

– Conheça o seu público

Antes de investir com tudo nas estratégias de guerrilha para a sua empresa é necessário conhecer bem o seu público-alvo. Saiba se ele tem restrição em relação a algum tipo de abordagem ou se algo poderá soar como agressivo. Esse tipo de cuidado é bastante relevante para quem está pensando em investir em estratégias como essa. Uma forma de ter esse conhecimento é usar a estratégia de definição de uma persona, isto é, criar um personagem que representa o seu público como um todo.

– Siga a linha da sua empresa

Não tem uma fórmula fechada de marketing de guerrilha, pode ser que algumas campanhas invistam em seguir uma linha mais divertida enquanto outras procurem estabelecer algum tipo de desafio em relação aos consumidores a serem impactados. A ideia é que o seu sucesso seja obtido através de uma estratégia que seja alinhada com a imagem da sua empresa. Não adianta querer fazer uma campanha com um estilo agressivo porque outras empresas estão fazendo e isso não ter nada a ver com a abordagem que estava sendo usada até então.

– Estabeleça parcerias

Um dos pontos mais interessantes das estratégias de marketing de guerrilha é a possibilidade de fazer parcerias de sucesso. A ideia é encontrar empresas que possam ajudar a ratificar o discurso da sua campanha mesmo que sejam de um ramo que não tenha muito a ver com o seu setor. Nesses casos é interessante levar em conta algumas questões como localização da parceira ou mesmo o seu ramo de atuação que pode funcionar como um impulso para alavancar as suas vendas e a sua divulgação.

Use o marketing de guerrilha quando for pertinente

Quando o discurso que deve ser transmitido pela sua empresa está alinhado com a ideia de descontração e/ou agressividade que o marketing de guerrilha pode ser interessante optar por ele, mas somente para ter algo novo a mostrar pode não ser tão legal.

 

Faculdade de marketing, vale a pena fazer?

faculdade-de-marketing

Muitas pessoas optam por fazer faculdade porque gostam de determinada área e outras fazem pela exigência do mercado de trabalho. Isso porque, com tamanha concorrência por toda a parte, muitas pessoas acabam vendo na graduação a possibilidade de atingirem seus objetivos. Mas até que ponto isto é real? Basta ter um ensino superior e tudo passa a ocorrer bem? Não mais. Apesar de uma época já ter sido assim, quando o diploma de ensino superior valia mais do que muita outra coisa, hoje é necessário mais do que isso.

É necessário competência, organização, experiência e só então, ensino superior. E a Faculdade de marketing, será mesmo que vale a pena fazer?

 

Faculdade de marketing, vale a pena fazer?

 

Algumas universidades possibilitam que o marketing seja apenas uma matéria que o curso oferece, enquanto outras oferecem a Faculdade de marketing em si, com todas as matérias voltadas a este foco. Além do marketing, neste curso superior é estudada uma série de disciplinas, como psicologia, contabilidade e ética profissional.

Por quê? Justamente pelo fato de que nem todas as pessoas que fazem a Faculdade de marketing tem noção da abrangência que a área traz.

Para se trabalhar com isso é necessário que se tenha uma visão geral do ser humana, para que só então se descubra, por exemplo, qual é a estratégia de propaganda que vai envolver o consumidor e fazer com que ele adquira o produto, por isso muitas matérias teóricas são estudadas nos dois primeiros anos do curso, que normalmente é composto por quatro anos.

Nos dois últimos, são vistas então disciplinas mais práticas, algumas inclusive voltadas ao mercado de trabalho e as suas especificidades para o profissional que está fazendo a Faculdade de marketing. O problema maior que está em se optar por cursar ensino superior em marketing é justamente a possibilidade de cursos técnicos, algumas vezes até gratuitos, na área.

Isso porque, este mercado costuma ser bem procurado e a possibilidade de cursos técnicos diminui o tempo de formação do profissional, que é justamente o que normalmente a empresa quer: um funcionário já importante para a empresa que então passará a ter um diploma conseguido através de um curso rápido.

Os dois lados da moeda quando se fala em Faculdade de marketing

Segundo especialistas, o problema que faz com que a Faculdade de marketing não tenha tão bons resultados assim é que nem sempre as empresas estão dispostas a contratar um funcionário habilitado na área, o que faz com que muitas vezes se prefira pagar pouco por um técnico ou outro que nem tenha nenhuma informação na área só porque estes cobram barato, do que investir em um profissional que tenha Faculdade de marketing e que cobre um preço justo pelo seu trabalho e dedicação.

 

Outra questão se encontra em as empresas acharem que contratando um profissional de marketing para uma campanha, já encontrarão resultados, o que está totalmente equivocado, uma vez que ao se criar um processo de propagação, é necessário estabelecer uma sequência. Como a empresa só faz essa contratação uma vez por questões financeiras, como diriam, para economizar, então acabam não vendo resultados nela e mudam de empresa para contratação de outra pessoa que faça o marketing para eles. Este processo acaba gerando uma rotação de empresas do ramo contratadas para anunciar a instituição e então, mais uma vez, o marketing acaba sendo desvalorizado.

Vale a pena fazer faculdade de marketing? Veja esta opção mais barata!

Se você ainda não tem certeza se quer ou não fazer uma faculdade de marketing, ou então, quer começar a trabalhar com isso, recomendamos o Clube do Marketing Digital, do Gustavo Freitas. Clique na imagem abaixo para conhecer mais:

No clube do marketing digital do Gustavo Freitas, você vai aprender diretamente com um profissional altamente gabaritado, como funciona este mundo, como ganhar dinheiro e principalmente, como começar, mesmo sem faculdade.

 

Por apenas R$ 29,90 por mês, você tem acesso a um portal completo, com aulas de marketing digital com o Gustavo Freitas. 

O Gustavo vive há anos de seu trabalho com marketing digital e ensina como você fazer o mesmo.

Sabe o que é melhor nisso tudo? Você não precisa de faculdade para colocar o que ele ensina na prática. Portanto, mesmo que você queira de fato fazer uma faculdade de marketing digital, esta é uma forma de aprender na prática como ele funciona. Vai perder essa oportunidade, que custa menos de 1 real por dia?

 

Quero assinar o clube de marketing digital

 

 

Faculdade de marketing, mais algumas questões!

Hoje, o mercado já possibilita outras opções de qualificação e por isso a Faculdade de marketing não tão rentável. É possível, por exemplo, fazer RH ou Logística na metade do tempo que a faculdade em questão dura. Sem dúvidas a especificação do marketing nestes cursos não será tão intensa quanto na Faculdade de marketing, porém outras possibilidades vão acabar aparecendo.

No caso de logística, o curso denominado tecnólogo ensina todos os processos de gerenciamento de uma empresa e só então, como utilizar processos de marketing para divulga-la. Neste caso, o profissional não necessariamente estará preso a apenas uma possibilidade. Muito pelo contrário, ele poderá optar em que área e de que forma deseja trabalhar. Você pode também se voltar ao marketing digital para pequenos negóciosque vai desde a criação de sites profissionais, até toda a estratégia que ele envolve.

Aprenda como criar um e-book em um final de semana!

 

 

 

Fazer ou não a Faculdade de marketing depende também de qual é o seu cargo em determinada empresa ou ainda onde você pretende chegar. Pesquisar o mercado de trabalho e as suas exigências com relação ao lugar onde você mora também faz toda a diferença na hora de escolher se esta faculdade será ou não feita, uma vez que a demanda solicitada em determinada região pode não condizer com outra, mudando as solicitações empresariais.

Para o empreendedorismo, ela também tem sua função no mínimo questionável!

 

[contact-form-7 id=”98″ title=”Formulário de contato 1″]

Empreendedorismo e as estratégias de marketing

Ser empreendedor é uma forma de conseguir garantir o seu crescimento profissional através do seu esforço. Quem sonha com o dia em que será seu próprio chefe deve ter em mente que precisará manter seu foco em algumas questões bem importantes como estratégias de marketing assertivas para desenvolver a sua empresa. O empreendedorismo é fundamental para ajudar a alavancar o mercado empresarial brasileiro.

O que muitos novos empreendedores não sabem é que se mostra necessário ter atenção especial para o marketing de maneira a garantir que a empresa se estabeleça no mercado com confiança e fidelizando os seus consumidores. Os esforços para elaborar estratégias de marketing são essenciais para garantir os bons resultados finais. A seguir vamos dar algumas dicas de como as estratégias de marketing podem ser aplicadas ao empreendedorismo com sucesso.

Como combinar de maneira eficaz o marketing e o empreendedorismo

  • Planejamento de marketing

Ao entrar num determinado mercado é importante que o empreendedor tenha um planejamento estratégico administrativo que se refere a forma como vai administrar os ganhos e as retiradas da empresa e também um bom planejamento de marketing para fidelizar os seus clientes.

  • Estratégia para ser o número 1

Para que a sua empresa se consolide no mercado é necessário que ela tenha clientes que sejam fiéis e que não a troquem por nenhuma outra. Esse nível de fidelização somente acontece quando o seu consumido passa a ter a percepção de que a sua empresa é a número 1 do mercado, muito melhor que os seus concorrentes.

  • Use o marketing digital a seu favor

Para quem está iniciando no empreendedorismo nesse momento é importante dar atenção ao crescimento das ferramentas de marketing digital. Vivemos num momento em que a tecnologia se tornou uma extensão das pessoas. Para fazer com que os clientes olhem para a sua empresa como a melhor opção a dica é estar presente nas redes sociais com o máximo de participação que for possível. Tenha um site e também mantenha as redes sociais sempre atualizadas.

empreendedorismo

  • Saiba onde está pisando

Tornar-se um empreendedor exige que haja atenção para questões como o planejamento estratégico de mercado. Saber onde está pisando é fundamental para obter sucesso em suas empreitadas. A recomendação nesse caso é que você faça um estudo a respeito do setor em que está entrando e também a respeito de quem são seus concorrentes. Chegar com essas informações faz toda a diferença para estabelecer um roteiro de como conquistar os seus consumidores.

  • Não tenha medo de investir em marketing

No empreendedorismo é essencial ter coragem para apostar nas suas ideias mesmo que elas pareçam muito ousadas num primeiro momento. Investir não é o mesmo que gastar, isso deve estar bem claro para quem está se tornando um empreendedor. Dessa forma o dinheiro que você eventualmente irá aplicar em estratégias de marketing voltará para a sua empresa. A ideia é estabelecer uma estratégia que combine com o seu consumidor. Mesmo empresas que tem concentradas as suas ações em lojas físicas precisam estar online, pois na internet é o primeiro lugar em que seus consumidores irão te procurar.

  • Tenha uma estratégia de branding

O conceito de branding em marketing se refere ao desenvolvimento de uma marca sólida que tenha todo um trabalho de conversa da sua identidade visual, com seus valores e missão assim como com a forma como ela se apresenta para o consumidor. Ter uma marca forte e que diga ao seu consumidor o que a sua empresa é e o que faz é essencial para permanecer gravado no imaginário dos clientes.

  • Fale com os seus consumidores

Uma das grandes mudanças que o chamado novo marketing trouxe para o mercado foi a ideia de conversar com o cliente e não somente tentar vender para ele acima de qualquer coisa. Hoje em dia as empresas que conseguem um lugar ao sol no mercado são aquelas que promovem uma conversa com os seus consumidores através de páginas e perfis em redes sociais com foco na criação de um conteúdo de qualidade.

Tenha foco e uma estratégia

Decidir entrar no universo do empreendedorismo é algo realmente complicado e para que você obtenha sucesso nessa empreitada é necessário estabelecer uma estratégia assertiva. Faça um estudo detalhado do mercado antes de embarcar e navegue por águas mais calmas e prósperas.

 

[contact-form-7 id=”98″ title=”Formulário de contato 1″]

 

Como o Facebook pode alavancar as vendas da minha empresa

Hoje em dia as pessoas passam boa parte do seu tempo nas redes sociais, especialmente o Facebook. Esse dado não é mera especulação e sim resultado de várias pesquisas que visam investigar o comportamento do consumidor atual. Pensando nisso temos certeza que muitos empreendedores se perguntam: “Como o Facebook pode alavancar as vendas da minha empresa?”.

No artigo que elaboramos vamos explicar quais são as formas mais inteligentes de usar as redes sociais como ferramenta de conversão e realização de vendas. Temos certeza que o seu faturamento pode crescer ainda mais com o uso dessas dicas. Não perca mais tempo comece a empregar essas estratégias agora mesmo para promover as suas vendas.

Dicas de como o Facebook pode alavancar as vendas da sua empresa

  • Tenha um perfil exclusivo para sua empresa

A primeira dica pode parecer óbvia, no entanto, ainda existem muitos empresários que não sabem da importância de manter um perfil somente para a sua empresa e ainda fazem posts pessoais intercalados com os posts institucionais. Lembre-se que a página da empresa deve refletir os valores e a função da empresa e não do seu dono.

  • Regularidade de postagens

A frequência com que você irá postar nas redes sociais também fará toda a diferença no impacto causado aos seus seguidores. Se possível mantenha o ritmo de 3 posts por dia, mas no caso de não conseguir é interessante que sejam pelo menos duas postagens feitas. Observe que se sua página nunca tem nada novo não vai ser vista pelos consumidores e assim pode não atrair o público-alvo desejado. A partir do momento que as pessoas acompanham a página da sua empresa terão mais vontade de comprar seus produtos ou serviços e se lembrarão mais da sua marca.

 

facebook

 

  • Relevância das postagens

Se a quantidade de postagens é importante a qualidade é ainda mais relevante. Não adianta nada fazer 3 postagens por dia com regularidade e postar somente imagens de produtos ou não estar atento ao conteúdo que seu público deseja. Observe que trabalhar com bons produtores de conteúdo é o caminho para levar a sua página do Facebook a ter mais curtidas e assim fazer com que mais pessoas conheçam seus produtos.

  • Poste nos melhores horários para o seu público-alvo

Uma estratégia bem interessante de como o Facebook pode alavancar as vendas da sua empresa é acertar o horário dos posts. Contudo, observe que essa questão de horários não pode ser encarada como uma receita de bolo, pois cada tipo de produto ou serviço tem um perfil diferente de clientes que tem hábitos bem diversos podendo assim estar online em momentos diferentes do dia. Tente pensar em quem é o seu público-alvo essencialmente e dessa forma como ele se comporta e em que momento estará nas redes sociais.

  • Uma imagem vale mais do que mil palavras

Para aumentar a taxa de vendas dos seus produtos é interessante postar boas fotos deles e não necessariamente textos extensos. A máxima de que uma imagem vale mais do que mil palavras também vale para o mundo digital. Preste atenção que se surgirem eventuais dúvidas técnicas a respeito dos produtos os consumidores não terão receio de perguntar através de comentários ou mesmo por inbox.

  • Tenha um bom atendimento digital

O Facebook é uma rede social, sendo assim se presume que exista interação e que a outra parte envolvida espera que haja algum tipo de resposta quando pergunta algo. Os usuários das redes sociais cada vez mais identificam nas páginas das empresas o canal para fazer perguntas, elogiar e também criticar. Se tiver algo que seu consumidor está considerando ruim saiba que ele não hesitará em dizer.

A forma como a empresa escolhe responder determina em como o Facebook pode alavancar as vendas. Não adianta apagar comentários, a melhor maneira de fidelizar esse consumidor descontente e conquistar novos é oferecer soluções reais e efetivas. Esteja sempre atento para dar o suporte necessário para que o seu consumidor se sinta valorizado e otimizando assim, sua estratégia de marketing digital!

Use o Facebook a favor da sua empresa

Uma rede social da importância do Facebook pode e deve ser usada a favor das vendas da sua empresa. Vale a pena prestar atenção ao perfil e se manter sempre presente para resolver as questões que seus consumidores colocam através da página.

 

[contact-form-7 id=”98″ title=”Formulário de contato 1″]

Dicionário do Marketing Digital: Termos mais usados

dicionário de marketing

Você já ouviu algum termo relativo a marketing que não fazia ideia do que se tratava? Saiba que se isso já aconteceu com você é absolutamente normal, pois mesmo quem atua na área e lê bastante a respeito pode ficar confuso com tantos termos que usam estrangeirismos ou mesmo que se referem a quesitos basicamente digitais. Por isso, criamos este dicionário de marketing digital para te ajudar!

Para te ajudar a ter um entendimento melhor a respeito dos termos mais usados em marketing digital elaboramos um dicionário. Trata-se de uma espécie de glossário que será bastante útil para decifrar tudo o que faz parte do dia a dia de quem está trabalhando com o marketing digital. Então não perca mais tempo e acompanhe agora mesmo essa seleção de termos.

Dicionário do Marketing Digital – Termos mais usados e seus significados

  • AIDA

Trata-se de uma sigla para as ações necessárias para o processo de conversão que deve ser realizado pela empresa: Atenção, Interesse, Desejo e Ação.

  • Automação de Marketing

Refere-se a mecanismos que tornam possível a automatização de ações de marketing digital. Um exemplo disso é a realização de disparos de e-mails, por exemplo. Uma das opções mais interessantes neste sentido, é a LeadLovers!

 

  • B2B

É uma forma abreviada para business-to-business que faz referência a um serviço ou um tipo de comércio feito entre empresas.

  • B2C

Refere-se a expressão business-to-consumer que diz respeito a um serviço ou comércio feito entre uma empresa e o consumidor.

  • Conversão

Conseguir através do uso de ferramentas de marketing digital que o consumidor faça o que se espera dele, isto é, que preencha um formulário, que curta uma página numa rede social ou mesmo que se transforme de lead em consumidor.

  • CRM

A sigla se refere a Customer Relationship Management e tem como foco o relacionamento estabelecido entre a empresa e seu cliente. Por exemplo, os chamados software de CRM oferecem ferramentas para manter a organização de informações para atender melhor os seus consumidores.

 

dicionário de marketing

 

  • E-book

Basicamente é um livro digital que está disponível para acesso online. Uma ótima ferramenta para um bom marketing de conteúdo. Oferecer materiais bem elaborados e com conteúdo relevante ajuda a tornar a sua empresa mais interessante de ser seguida pelo público-alvo.

  • Edge Rank

É um algoritmo usado pelo Facebook para determinar a relevância dos conteúdos para os usuários. A base para determinar o que aparece ou não está em: afinidade do usuário com o conteúdo, formato do post – pode ser um vídeo, uma imagem ou mesmo um link – e há quanto tempo esse post foi feito.

  • Funil de Vendas

Representação esquemática que considera a forma de um funil para mostrar quais são as etapas seguidas pelo usuário da página para ser convertido de interessado em consumidor. A sua divisão costuma ser em:

– Tofu – Contato inicial do lead com a empresa, uso de materiais informativos e introdutórios.

– Mofu – Meio do funil e momento em que o lead já é um potencial consumidor.

– Bofu – O fundo do funil e momento em que o lead está muito perto de ser convertido em cliente.

  • Inbound Marketing

Também chamado de novo marketing consiste no uso ferramentas de marketing de conteúdo para impactar os possíveis consumidores com conteúdo. No novo marketing os consumidores devem ser atraídos e não comprados.

  • Landing Page

Significa algo como página de aterrissagem e se refere a qualquer página que sirva como atrativo para o lead visitar o site da empresa.

  • Lead

É uma pessoa que tenha demonstrado algum tipo de interesse em sua empresa através das ferramentas de marketing digital como ter preenchido um formulário, por exemplo.

  • Links Patrocinados

São aqueles anúncios pagos que aparecem em destaque em páginas de busca ou mesmo nos sites afiliados. Pode ser entendido como sinônimo de Google Adwords.

  • Nutrição de leads

Diz respeito a técnicas de automação de marketing que visam disparar e-mails com regularidade após um evento. Por exemplo, o usuário baixa um e-book sobre marketing digital e passa então a receber e-mails sobre esse mesmo tema.

  • Palavra-chave

Os termos que através das técnicas de SEO são usados para otimizar uma página nos sistemas de busca. Para que a produção de conteúdo seja relevante nas pesquisas são usados termos-chave que os internautas mais usam para buscar desse tema.

  • Webinar

Uma abreviação da expressão seminário web e trata-se da disponibilização de conteúdo relevante para o usuário através de vídeos. Esse conteúdo pode ser gravado ou ao vivo.

 

[contact-form-7 id=”98″ title=”Formulário de contato 1″]

Mobile Marketing: vantagens e como aplicá-lo

O chamado mobile marketing tem se tornado a “menina dos olhos” dos empreendedores, pois cada vez mais cresce o número de pessoas que utilizam smartphones e tablets. As pessoas têm passado muitas horas de seus dias nesses dispositivos e dessa forma utilizar ferramentas específicas para eles para conquistar e fidelizar clientes é uma estratégia inteligente. Trata-se de uma nova maneira do consumidor se comportar.

Para se ter uma ideia da importância de saber utilizar assertivamente o mobile marketing devemos alertar que cerca de 72 milhões de brasileiros estão usando smartphones para acessar a internet incluindo e-mails e redes sociais. A seguir vamos explicar em detalhes as vantagens e como aplicar o mobile marketing para levar a sua empresa ao sucesso.

Quais as vantagens do mobile marketing?

  • Número de usuários de mobile marketing

A principal vantagem que faz com que os empreendedores estejam voltando os seus olhos para essa ferramenta é o crescimento constante de usuários. Todos os dias mais e mais pessoas investem em fazer com que suas empresas estejam ao alcance de dispositivos móveis como smartphones e tablets.

  • Aumento das compras por smartphones e tablets

Outro número bastante sedutor que tem atraído a atenção dos empreendedores é o de compras realizadas pelos dispositivos móveis. Para se ter uma ideia as compras mobile tem correspondido a cerca de 15% de tudo que tem sido comprado através da internet no mercado brasileiro. Estudos de mercado apontam que esse número tende a crescer muito mais nos próximos anos.

 

mobile marketing

 

  • Melhor segmentação de anúncios

A segmentação de anúncios é fundamental para negócios locais como lojas, restaurantes, bares entre outros e isso ainda é um pouco falho no marketing digital. Quando se trata de anúncios mobile existe uma melhor segmentação, isso permite que as pessoas que realmente estão próximas ao seu negócio vejam o anúncio e assim tenham o desejo de realizar a compra. O que facilita essa melhor segmentação é que boa parte dos dispositivos móveis possui GPS embutido.

  • Aumento do uso de aplicativos

A comunicação entre as pessoas passou a ser feita majoritariamente por aplicativos de redes sociais como Facebook, Instagram e Snapchat e eles podem ser perfeitamente usados para o estabelecimento de relacionamentos com os seus consumidores e potenciais consumidores.

Mobile Marketing – Como Aplicá-lo

  • Crie opções mobile

Já existe a percepção por parte dos empreendedores que não basta apenas transpor os conteúdos convencionais para o mobile. Ter conteúdo projetado especificamente para o ambiente dos dispositivos móveis é essencial para ter uma melhor interação do usuário. Investir mais na criação de um site que tenha uma versão mobile pode trazer vários ganhos futuros para a sua empresa.

  • Estar nas redes sociais de aplicativos

Com o crescimento do uso dos aplicativos e o fato deles terem se tornado uma extensão da vida social de muitas pessoas é essencial investir na criação de perfis de redes sociais de aplicativos. Por exemplo, a sua empresa ter um perfil ativo no Facebook e no Instagram é interessante para promover a construção de uma relação de trocas com o seu público-alvo.

  • QR Code Marketing

O uso da tecnologia de QR Code pode ser bem interessante para trazer novos tipos de interação com o usuário. Nos primeiros anos do uso dessa tecnologia ela não emplacou e se teve a impressão de que seria algo que não traria boa resposta do público, no entanto, agora parece que os empreendedores encontraram um caminho para torna-la bem usada. A ideia de oferecer algum tipo de bônus através dos QR Codes fez com que os usuários de dispositivos móveis se tornassem mais ativos em relação às empresas.

  • Tenha um bom conteúdo

A base para o uso de qualquer tipo de marketing digital está em ter um conteúdo de qualidade para oferecer aos seus usuários. Isso significa se preocupar não somente em ter conteúdos em suas páginas, mas que esse conteúdo seja de qualidade e agregue algo positivo para o seu consumidor. As pessoas não estão mais dispostas a passar tempo de suas vidas dando atenção para algo que não oferece algo de interessante.

Entre para o mobile marketing

Agora que você conhece as vantagens e sabe como aplicar esse tipo de marketing é essencial começar o investimento em técnicas e ferramentas. O seu público-alvo com certeza dará uma boa resposta para as suas ações inteligentes e com boa estratégia.

 

[contact-form-7 id=”98″ title=”Formulário de contato 1″]

Livros de marketing que você deveria ler

livros-de-marketing-2

Um bom empreendedor geralmente está sempre com seu tempo apertado, por uma série de fatores, como decisões que precisam ser tomadas a todo tempo, reuniões etc. E por isso, muitas vezes estes empreendedores acabam se esquecendo de se manterem por dentro das tendências sobre gestão e marketing.

E uma das melhores formas para driblar esta desatualização é sempre manter a mão algum livro sobre o assunto, e sempre o ler quando possível, como em táxis, aviões, salas de espera ou até mesmo ler um pouco antes de dormir.

E para te ajudar nesta tarefa, fizemos uma lista com alguns dos melhores livros de marketing para empreendedores, que em sua maioria, são livros de grande praticidade aliada a objetividade, que apresentam ao leitor ações concretas e como botá-las em prática.

Melhores livros de marketing para empreendedores:

 

  1. Marketing 3.0

Autores :Phlilp Kotler, Hermawan Kartajaya, Iwan Setiawan

Editora Campus Elsevier

Número de páginas: 240

Nossa lista não poderia começar com nenhum outro livro a não ser um de autoria de um dos mais conceituados autores de marketing: Philip Kotler.

E para o desenvolvimento desta obra Philip teve a parceria de seus colegas Katajaya e Setiawan. O livro tem grande foco nos clientes, que sempre foram o ponto principal das obras de Kotler.

No entanto, abordagem do livro é mais ampla do que isso, focando também na evolução da satisfação do público-alvo. Para se compreender por completo o livro, é preciso se libertar do passado e entender que este novo consumidor, na versão 3.0, está à procura de serviços e produtos que supram suas procuras em novos níveis.

livros-de-marketing-1

  1. SPIN Selling

 

Autor:Neil Rackham

Editora M. Books

Número de páginas: 204

O livro SPIN Selling foi completamente baseado em pesquisas de campo que duraram 12 anos e custaram cerca de 30 milhões de dólares. O livro expõe uma concreta e completa metodologia de vendas que de fato funcionam, pois foram testadas e tiveram sua eficiência comprovada.

O SPIN Selling, analisa e testa porque alguns métodos de vendas funcionam tão bem, já outros quase sempre falham, desvendando alguns fatores chave, como se preparar para reuniões com clientes, como descobrir o que ele realmente necessita e valoriza, como negociar, como perceber se a venda vai prosseguir em próximas reuniões ou se você está perdendo tempo. Além disso, o livro ainda apresenta ao leitor algumas técnicas de fechamento.

 

  1. Reimagine

 

Autor: Tom Peters

Editora Futura

Número de páginas: 352

Tom Peters é mais um daqueles autores que alertam os empreendedores sobre a obrigação de estar sempre se habituando a coisas novas, além de alertar sobre a importância da visão de futuro, prever tendências etc.

Além de estar sempre pronto para oferecer os melhores produtos e serviços para os clientes hoje, é sempre importante estar com um olho no futuro, sempre tentando antecipar tendências e assim ter vantagens sobre seus concorrentes.

Este com certeza é um dos melhores livros da área de marketing para empreendedores que querem sempre estar prontos para o futuro.

  1. As 22 Consagradas Leis do Marketing

 

Autores: Al Ries e Jack Trout

Editora Makron Books

Atualmente, existem várias estratégias de marketing. No entanto, segundo Al Ries e Jack Trout, 22 dentre todas jamais podem passar em branco. O livro se aprofunda bastante em cada aspecto de cada uma das 22 leis do marketing, que são:

Liderança

Categoria

A mente do consumidor

Percepção

Enfoque

Exclusividade

A Lei da Escala

Dualidade

O Contrário

Divisão

Perspectiva

Extensões de Linha

Sacrifício

Atributos

Sinceridade

Singularidade

Incerteza

Êxito

Fracasso

Exageração

Aceleração

Recursos

 

  1. A Estratégia do Oceano Azul

 

Autores: W. Chan Kim e Renée Mauborgne

Editora Campus

No livro, os autores expõem seus estudos sobre mais de 150 empresas em 30 ramos diferentes de negócios, onde eles argumentam que as 3 estratégias consagradas do marketing não eram suficiente para explicar o sucesso de algumas empresas, o que os levou a criar uma nova estratégia, a do Oceano Azul, que se baseia na criação de novos espaços para crescerem sem “predadores” por perto, tomando distância do Oceano Vermelho, onde se encontra uma alta competitividade de mercado e agressividade nos negócios.

livros-de-marketing-2

 

 

[contact-form-7 id=”98″ title=”Formulário de contato 1″]

Marketing de conteúdo e as suas vantagens

marketing de conteúdo

Já faz algum tempo que o marketing de conteúdo vem conquistando o posto de melhor estratégia para conquistar novos clientes. O contexto atual em que a internet é uma constante na vida das pessoas torna esse tipo de trabalho de marketing relevante. Entender a lógica e a melhor maneira de usar o conteúdo a favor da sua empresa é o segredo para conquistar uma posição consolidada no mercado.

A seguir vamos te explicar melhor o que é marketing de conteúdo e as suas vantagens para alavancar a sua empresa para a primeira posição no seu mercado. Um conteúdo relevante é a melhor maneira de conseguir bons resultados em termos de competitividade. A sua empresa pode se tornar mais presente e relevante para os seus potenciais clientes, com este tipo de marketing, cada vez mais atual!

Marketing de conteúdo – Conheça as suas vantagens

  • O que é marketing de conteúdo?

A primeira questão é entender o que é marketing de conteúdo para então saber quais são as suas vantagens. Explicando de maneira simples podemos dizer que esse é o marketing em que o foco está no conteúdo que será oferecido ao seu público-alvo com o objetivo de se tornar relevante. Com isso o seu público-alvo será atraído para as páginas da sua empresa e poderá se tornar um público consumidor.

  • Estabelecimento de uma jornada de compra

A grande vantagem que o marketing de conteúdo oferece para quem começa a utilizá-lo é o fato de criar um verdadeiro roteiro de atração de potenciais clientes e conversão deles em clientes efetivos. Através do estabelecimento dessa jornada é possível desenhar um conteúdo mais relevante para cada público que conhecer a sua empresa na internet.

  • Visibilidade para sua empresa

Outra vantagem do marketing de conteúdo que podemos citar é a visibilidade que a empresa passa a ter. Empresas que investem na criação e compartilhamento de conteúdo relevante para os seus potenciais clientes tendem a se tornar referência no seu segmento. A partir do momento que a sua empresa demonstra conhecimento efetivo sobre o setor em que está passa a se sobressair em relação aos concorrentes. Além disso, oferecendo conhecimento para quem segue as suas páginas a empresa está garantindo mais seguidores.

  • Excelentes resultados com baixos investimentos

Certamente grande parte dos empresários está em busca de alcançar melhores resultados em termos de visibilidade no mercado sem que para isso seja necessário fazer altos investimentos. Através do marketing de conteúdo é possível obter uma boa resposta do mercado e com investimentos que cabem no orçamento da sua empresa.

 

marketing-de-conteudo

 

A manutenção das redes sociais pode levar algum tempo, mas não tem um custo elevado e garante proximidade dos seus clientes. A produção de conteúdo também não gera grande impacto nas contas da empresa. A ideia do novo marketing é atrair e reter a atenção das pessoas através de bom conteúdo e não comprar os seus potenciais consumidores. Com isso se tem muito menos custos.

  • Educação dos consumidores sobre o seu produto ou serviço

Sabia que provavelmente a sua empresa tem uma grande quantidade de potenciais clientes que nem imagina como o seu produto pode ser vantajoso? Isso acontece porque algumas pessoas tem uma necessidade em seu dia a dia, mas ainda não se deram conta disso. A partir do momento que a sua empresa passa a trabalhar com marketing de conteúdo passa a educar a sua audiência.

Conhecendo os seus produtos e as suas funcionalidades é mais fácil que mais pessoas desejem comprar o que você está vendendo. Saber que existe e para que servem os produtos e serviços que a sua empresa comercializa é necessário para fechar vendas. Usar as ferramentas de conteúdo para criar o interesse de potenciais clientes é uma maneira inteligente de fazer marketing.

  • Obtenção de feedback dos seus clientes

Além de poder atrair novos clientes o marketing de conteúdo promove fidelização e interação dos clientes que já compram os seus produtos e serviços. Ter esse feedback é interessante para saber o que está num bom caminho e o que precisa ser melhorado para se tornar uma empresa ainda mais completa.

Invista em bom conteúdo

Para que o marketing de conteúdo seja realmente bom para a sua empresa é essencial investir em conteúdo de qualidade. Procure posicionar a sua empresa como autoridade no seu segmento para ter um ótimo retorno.

 

[contact-form-7 id=”98″ title=”Formulário de contato 1″]