E-mail marketing para iniciantes, por onde começar?

O E-mail marketing é uma possibilidade de enviar conteúdos para um grande número de pessoas, que podem ser ou não ser um público alvo já determinado. Este serve para então, conseguir fazer um envio rápido e prático, sem grandes custos.

Existem algumas estratégias que podem ser inseridas nos e-mails e assim, facilitam e geram resultados para o E-mail marketing, porém elas dependem única e exclusivamente de quem as cria e encaminha para os clientes. É possível perceber que esta é uma estratégia que traz bons resultados, porém, nem sempre isso acontece, justamente pela falta de sequência criada, por exemplo.

Muitas empresas acabam conquistando seus clientes com os primeiros envios, mas param de enviar o conteúdo e então, estes acabam não adquirindo os produtos justamente porque não o receberam. Fica claro que existe inclusive uma regra de datas para este conteúdo ser enviado, uma vez que se forem enviados conteúdo todos os dias por uma semana e depois apenas no outro mês, então todo o processo deve iniciar novamente, uma vez que não houve uma sequência.

Para o E-mail marketing para iniciantes gerar resultados, é necessário entender quais são as dúvidas que o consumidor tem com relação ao produto, uma vez que se for enviado para ele qualquer coisa, automaticamente isso não lhe chamará a atenção.

email-marketing

Leia também: Campanhas de marketing digital, quais as melhores?

Como saber o que seus possíveis clientes querem saber no E-mail marketing para iniciantes?

Algumas vezes, quando se pesquisa um conteúdo na internet, nesta página de pesquisa são inseridas possibilidades de se clicar em mais informações sobre aquele assunto, através de formulários que os clientes preenchem e enviam para as empresas. Para que os internautas respondam estes formulários existe a possibilidade da instituição oferecer prêmios ou sorteios para quem os preenche-los.

Assim, quando o formulário começa a ser respondido, nele constam informações do que o cliente quer saber sobre aquele produto. Dessa forma é simples para a empresa saber quais são as pessoas que tem interesse em seus produtos e assim enviar as informações certas para as pessoas certas. Esse processo de preenchimento de formulários chama-se leads.

Depois que a empresa recebe o que as pessoas desejam saber, então ela elabora uma sequência de conteúdos e assim, começa seus envios. Nem todas as pessoas que se cadastraram para o recebimento de maiores informações desejam a mesma coisa, por isso os conteúdos enviados são diferentes.

Existem ainda as empresas que usam o E-mail marketing para todos os envios e não apenas para aqueles que preencheram formulários na internet. Se este for o processo escolhido, então todos os e-mails que estiverem no cadastro da empresa, sejam eles de clientes, antigos clientes, visitantes de redes sociais, receberão as propagandas daquela instituição.

Por que o E-mail marketing é tão usado?

O E-mail marketing é uma opção muito procurada pelas empresas principalmente pelo custo benefício. Isso porque, com apenas um envio, é possível englobar diversas pessoas que receberão este mesmo material. Isso porque, o E-mail marketing não é uma estratégia individual, como uma ligação para um cliente, por exemplo, e sim uma estratégia de marketing em massa.

Dessa forma, o custo que cada cliente passa a ter no caso deste procedimento é muito curto, uma vez que, não é feito um envio para cada de forma separada e mesmo que assim tivesse que ser sido, depois de instalado o programa de E-mail marketing escolhido para a empresa, não existem custos a parte.

Os valores cobrados ficam maiores na parte da criação do conteúdo que será enviado, uma vez que este precisa ser bem elaborado para então gerar bons resultados.

Não existe a possibilidade de geração ou envio de um conteúdo qualquer, sem informações elaboradas, uma vez que isso faria com que o consumidor perdesse a vontade de adquirir o produto.

Algumas ferramentas que podem ajudar o E-mail marketing para iniciantes

Uma das possibilidades do E-mail marketing está no fato de que é possível controlar quem acessou ou não cada e-mail, uma vez que é possível inclusive saber quem excluiu direto, sem ler ou quem não quer mais receber o E-mail marketing daquela empresa. Portanto, todo o controle feito a partir da questão de qual cliente está sendo atingido ou não, acaba sendo facilitado.

Existe também, por exemplo, um aplicativo que se chama autoresponder, onde a partir do momento que o cliente preenche um formulário pedindo alguma informação sobre aquela empresa, automaticamente recebe uma mensagem dizendo que logo este cliente receberá mais informações ou ainda começa o recebimento dos conteúdos, dependendo das configurações do sistema.

A forma do E-mail marketing também acaba modificando todos os resultados, uma vez que cada tipo de formato pode ser mais ou menos eficaz. O sucesso dos resultados está na questão de saber elaborar o melhor conteúdo no formato correto.

[contact-form-7 id=”98″ title=”Formulário de contato 1″]

Marketing para pequenos negócios, por onde começar?

Que a propaganda é a alma do negócio isso todo mundo sabe, porém nem todas as instituições tem a possibilidade de gastar tanto dinheiro assim com estes recursos, uma vez que algumas, de pequeno porte, não possuem a possibilidade de gastar muito com a sua divulgação. O Marketing para pequenos negócios, desta forma, requer que sejam pensadas estratégias de baixo custo, mas que mesmo assim, consigam atingir um público esperado.

O que fica claro é que em meio a tantas opções, muitas vezes fica difícil para a empresa, que não possui experiência no mercado, escolher qual seria a melhor forma para propagar seus serviços. Observa-se que existe um problema muito grande com relação a escolhas erradas, uma vez que estas podem gerar prejuízos em longo prazo para a instituição.

marketing-digital-para-pequenas-empresas

Leia também:  Marketing digital para pequenas empresas, como fazer?

Dicas de Marketing para pequenos negócios

Quando o assunto é o Marketing para pequenos negócios, uma das primeiras coisas a ser pensada é na definição do que se pretende com relação àquela propagação. Isso porque, a empresa que não sabe o que deseja com aquela estratégia, não conseguirá atingi os seus objetivos. Observa-se que quanto mais específico for o objetivo, maior a chance de dar certo, uma vez que não adianta querer alcançar dez objetivos em apenas uma estratégia, pois pode não atingir o consumidor.

Depois de estabelecido o objetivo com esta propaganda, o Marketing para pequenas empresas se preocupa em conhecer o público que se quer atingir. Isso porque, quanto mais se conhece o público alvo, mais se produzirá um conteúdo voltado exatamente para ele, o que o fará se sentir diferente, tratado com individualização pela empresa. Se for produzido qualquer conteúdo para qualquer pessoa, dificilmente alguém será convencido, pois ficará visível esta generalização.

Só então são pensadas quais são as estratégias de Marketing para pequenos negócios que serão usados uma vez que, agora já se sabem os objetivos e qual o público alvo. Nesta etapa, tudo dependerá do dinheiro que se quer ou pode investir, uma vez que, para cada possibilidade de estratégia, existe ou não um custo.

A internet, por exemplo, quando usada como estratégia de marketing pode não gerar custos, uma coisa que não ocorre quando se contrata um profissional de publicidade para criar uma campanha e depois esta é impressa e então entregue por “panfleteiros”. Este seria um processo que requereria a participação e o gasto com três etapas, o que para as empresas que estão começando, nem sempre é a melhor solução.

Conhecendo a concorrência

Entender e conhecer a concorrência também deve ser um ponto com relevância na questão do Marketing para pequenas empresas, uma vez que podem ser pesquisadas estratégias que as mesmas usam e geram resultados e esta instituição passa a usar estas mesmas estratégias. Porém, é preciso entender que, cada empresa tem as suas possibilidades e diferenciações com relação às outras e nem sempre este processo de usar as mesmas estratégias que outras podem dar certo.

Percebe-se então que, quanto mais pesquisas de resultados positivos e orçamentos feitos antes de iniciar a propagação do Marketing para pequenas empresas, maiores as chances de se atingir resultados que sim, darão certo mesmo sem grandes custos para isso. O que importa não é o tamanho da empresa e sim, se as estratégias usadas foram positivas e geraram resultado.

Como avaliar se a estratégia de Marketing para pequenas empresas estão gerando resultados?

De nada adianta utilizar a maior quantidade de estratégias e não saber qual delas está gerando resultados, uma vez que estes dependem normalmente destas opções. Imagina-se, por exemplo, uma empresa que no mês de abril passou a utilizar quatro tipos de estratégias de Marketing para pequenas empresas e assim, aumentou suas vendas em 50%. A partir do momento que não há um controle de cada uma delas, não é possível que se estabeleça qual delas realmente tem eficácia.

Porém, se as empresas passarem a ter um controle efetivo de qual estratégia tem mais resultados e qual o custo benefício de cada uma, é possível que se tenham resultados de forma mais específica. Um exemplo está no fato de que, se um dos métodos de Marketing para pequenas empresas é usar o Facebook como método de divulgar os produtos da empresa e se tem um controle de quantas pessoas acessam e afirmam comprar por conta desta rede social, então fica claro que esta é uma possibilidade que dará certo, uma vez que, tem tido resultados e ainda, quase não tem custos.

Dessa forma, o Marketing para pequenas empresas pode ser considerado simples, basta entender que é necessário conteúdo, escolha do meio de divulgação de acordo com objetivos e orçamento disponível e, o mais importante, controle destas formas.

[contact-form-7 id=”98″ title=”Formulário de contato 1″]

Marketing digital para e-commerce, por onde começar?

Muitas empresas, devido aos grandes custos do mercado e também a não quererem trabalhar em um espaço físico, muitas vezes porque este não condiz com a possibilidade de atender uma demanda de pedidos do mundo todo, optam por abrir um e trabalhar em cima do marketing digital para e-commerce, onde é possível através de um espaço interativo online, propagar e finalizar compras dos mais variados produtos. O problema é que, em meio a tantas possibilidades de espaços e aplicativos para iniciar suas vendas, quem está começando neste ramo muitas vezes não sabe qual escolher.
Além disso, dependendo do aplicativo que pode ser utilizado como e-commerce muitas vezes acaba se tornando muito caro e assim, sendo inviável para a transação. É necessário entender que, todas as possibilidades devem ser detalhadamente pesquisadas, para que só então, uma delas seja contratada. O porte da empresa: se será pequena, média ou grande, também implica nesta decisão, uma vez que quanto maior a sua extensão e mais produtos contar, mais se deve investir neste espaço, já que os que são mais em conta ou até gratuitos são simples demais para uma grande demanda.
Saber quanto se pretende investir nesta plataforma e-commerce é fundamental neste primeiro momento, já que depois de instalados os programas e o site ou aplicativo estar no ar, a sua empresa não desejará trocar de site ou mídia o tempo todo, portanto, escolher bem é fundamental.

 

marketing-digital-para-e-commerce

Leia também: Como vender mais pela internet

O QUE É PRECISO TER NO MARKETING DIGITAL PARA E-COMMERCE?

O marketing digital para e-commerce não é tão simples quanto parece, uma vez que muitas empresas pensam que basta contratar o espaço e ele já vem todo pronto. O que é possível é contratar, se a sua empresa ainda não conta com um, profissional que ficará responsável pela criação da mídia social e inserção dos produtos para venda. Algumas empresas inclusive tem um contratado só para cuidar do Marketing digital para e-commerce, o que acaba facilitando as transações.
Depois deste sistema no ar, é preciso sempre mantê-lo atualizado e com acessos, uma vez que um e-commerce sem visitantes significa um e-commerce sem vendas. Para que tudo ocorra da forma prevista é necessário utilizar o marketing de busca na sua página, onde existem técnicas do SEO, como palavras-chave sublinhadas e links patrocinadores. Assim, seu e-commerce surgirá quando os produtos que a sua empresa vende forem pesquisados no Google.
Ter diversas redes sociais também pode ser uma boa estratégia para se conseguir mais clientes, uma vez que estes encontrarão seus produtos nas mais variadas opções de mídia. Se existe o site da loja, por exemplo, deve existir também o Facebook, Instagram e assim por diante, já que se o seu cliente não utilizar uma das opções, encontrará seus produtos em outra.

Marketing de display

Outro ponto chave no marketing digital para e-commerce está no famoso marketing de display, onde são utilizadas ferramentas como o Facebook Ads para que as propagandas fiquem posicionadas em um lugar estratégico da rede, com muitos acessos. Esta é uma opção paga, onde a empresa faz o pagamento por cliques na sua propaganda. Cada vez que um internauta aperta no seu e-commerce que ali está para divulgação, tem um custo a mais.
Em meio a todas estas opções, não se pode esquecer a principal, a que faz com que todo o marketing digital para e-commerce faça sentido: inserir conteúdos. Isso porque, de nada adianta utilizar diversas opções para propagar seu negócio se não existe conteúdo que englobe estas mídias. É preciso inserir características de sua empresa, explicar para o consumidor quem ela é e quis são os objetivos dela, que produtos se vendem e especificações sobre cada um. É preciso entender que, é necessário mostrar aos consumidores diferenciais que fazem com que a sua empresa tenha mais possibilidades de atender as necessidades dele do que qualquer outra.
Ter contatos com diversas páginas online também é essencial, uma vez que assim, existe rotação de visitantes. Isso porque, é possível inclusive, a partir de momento que são traçadas parcerias, que uma empresa propague a outra, já que assim, as duas ou mais envolvidas, terão benefícios com esse acordo. É preciso divulgar, das maiores formas possíveis, fazer com que seu marketing digital para e-commerce traga resultados, dê certo, nem que para isso sejam necessárias em alguns momentos promoções, por exemplo, ou então pagar por anúncios, já que o começo é o mais difícil: tornar seu espaço conhecido.

 

[contact-form-7 id=”98″ title=”Formulário de contato 1″]

Marketing digital para leigos, entenda os principais conceitos!

Nem sempre é fácil começar um negócio e isso também acontece quando ele é online, uma vez que é preciso ter pelo menos um conhecimento básico m informática e utilização das redes em prol da empresa em questão. O Marketing digital para leigos é basicamente composto por algumas etapas que devem ser seguidas para que os processos aconteçam e gerem resultados positivos para a instituição.
Na internet é possível encontrar passo a passo cada etapa do Marketing digital para leigos, ou seja, para aquelas pessoas que não fazem ideia de por onde começar ou até fazem, mas não sabem quais ferramentas usar. Além disso, hoje já há a possibilidade de livros e ebooks que inclusive podem ser baixados gratuitamente, com todas as estratégias necessárias para o sucesso de uma empresa no mundo digital.

marketing-digital-para-leigos

Leia também: A importância do marketing digital para a sua empresa

ALGUMAS DICAS DE MARKETING DIGITAL PARA LEIGOS

O Marketing digital para leigos, apesar de trazer alguns conceitos que quem nunca precisou das mídias sociais tenha dificuldade em entender, pode ser facilmente trabalhado, uma vez que existem dicas específicas que auxiliam neste processo. A contratação de um profissional da área de tecnologia em publicidade e propaganda também pode ser a saída para quem não entende dos processos virtuais e deseja utilizá-los como estratégia.
O primeiro ponto a ser pensado quando o assunto é utilizar o Marketing digital para leigos é que é necessário escolher qual será a rede utilizada para o processo de propagação dos serviços. Isso porque, cada rede possui as suas especificidades e benefícios e tudo dependerá de quais são os objetivos da empresa para com aquela divulgação. Depois disso, ao escolher a metodologia que será utilizada, pode-se optar então pelo resto do processo, ou seja, iniciar as postagens ou publicações do site.
Neste item também é possível, da mesma forma como no outro, contratar um profissional que produza o material para postagem, uma vez que a empresa não desejar produzir seu próprio material. Depois disso, basta que este material seja postado e então, inicia-se a divulgação. Porém, é importante saber que, este material deve ser o mais específico possível e com a maior quantidade de informações que venham a ser importantes para os internautas que acessarem a campanha da empresa. Por isso são necessários alguns cuidados com relação à produção destes.

Como atrair consumidores para seu site

O título das reportagens ou propagandas, por exemplo, devem chamar a atenção do internauta ou então, ele nem perderá tempo lendo aquele material. É necessário também que existam em meio à propagação palavras-chave determinadas com base em técnicas do SEO, assim existirão grandes chances de sua página fazer parte do ranking de sites de pesquisa e automaticamente receber mais visitações.
O Marketing digital para leigos deixa clara a necessidade de o autor das produções falar de pessoa para pessoa, de uma maneira não tão formal, uma vez que assim, torna as leituras mais interessantes. Utilizar recursos visuais também pode ajudar bastante neste processo, uma vez que, assim, é possível cativar ainda mais este cliente com potencial de compra. A atualização de conteúdos nesta rede escolhida é essencial para que haja visitas no site com frequência, já que ninguém visita diariamente ou semanalmente um canal ou página que sempre tenha as mesmas coisas inseridas.

Como facilitar o processo de compra e venda

Inserir promoções ou benefícios para os seus clientes na página também permite que muitas coisas sejam facilitadas, entre elas, todo o processo de compra e venda, uma vez que as pessoas, ao consultar a concorrência, perceberão que se comprarem em sua empresa pagarem menos por isso. Isso fará com que automaticamente a sua empresa passe a ser vista como uma das possibilidades de compra quando surgir à necessidade de se adquirir outros produtos.
Criar um nome chamativo para o site também pode facilitar a chamada de atenção que ele fará para as pessoas, uma vez que nomes comuns passam a ideia de gerarem também conteúdo comum. O Marketing digital para leigos explica a importância de se criar uma plataforma de fácil acesso, já que complicações podem acabar prejudicando a navegação do cliente, que desistirá da compra. Quanto mais simples for o acesso, mais possibilidades de permanência deste no espaço.
É possível ainda, criar espaços de comunicação entre você e seu cliente, permitindo assim, que este se sinta bem quando efetua transações com a empresa, uma vez que é tratado com diferenciais se comparado com outras instituições.

 

[contact-form-7 id=”98″ title=”Formulário de contato 1″]

Curso de marketing digital para iniciantes

O marketing digital não é tarefa fácil para uma empresa, uma vez que, além do controle de todos os outros processos que ela já tem, ainda é obrigada a se preocupar com questões como: aprender a criar um blog, controlar um site ou publicar conteúdos em uma rede social. Porém, com tanta tecnologia disponível atualmente, fica difícil para as empresas conquistarem clientes se não se atualizarem. Para que este processo ocorra da melhor forma possível e traga bons resultados, existe disponível Curso de marketing digital para iniciantes através de várias ferramentas, inclusive online e gratuitamente. E o melhor: tudo isso pode ser encontrado em apenas um lugar, facilitando a vida da empresa e do funcionário.
As pessoas costumam se perguntar o porquê de aprender e participar do curso de marketing digital para iniciantes se é possível contratar um profissional que faça todo o marketing digital da empresa e a resposta é simples: quem elabora as estratégias tem mais potencial de controle dos negócios, uma vez que esta pessoa estará percebendo o que está ou não dando certo, assim podendo realizar as modificações necessárias.
Se este controle não for bem feito, de nada adiantará as estratégias digitais. Portanto, qualquer pessoa da empresa, ao fazer o curso de marketing digital para iniciantes, entenderá conceitos que lhe auxiliarão positivamente em questões básicas, como melhorias nos processos de venda.

 

marketing-digital-para-iniciantes

Leia também: Marketing digital, por onde começar?

Qual é o curso de marketing digital para iniciantes que deve ser escolhido?

Não é possível que se diga qual é o melhor curso de marketing digital do mercado, uma vez que cada um deles apresenta algumas características e um pode ser bom para alguém e ruim para outro e assim por diante. Isso porque, a empresa têm processos individuais, que nem sempre podem ser comparados com os de outras instituições, então, precisam de soluções diferenciadas. É possível citar alguns cursos que são considerados bons por pesquisas ou avaliações e vai de cada espaço empresarial optar pelo que melhor se encaixe no perfil da empresa. Entre as opções encontram-se cursos presenciais e online, gratuitos ou pagos.

Primeira opção

Um deles, Fórmula Negócio Online, é um dos mais procurados e então, conhecidos. Isso porque, a didática dos módulos deixa claro que você pode começar a lucrar ainda naquele mesmo dia, se seguir algumas dicas fornecidas durante os módulos. Outro diferencial deste curso de marketing digital para iniciantes é que todas as ferramentas que o curso apresenta são de utilização gratuita, por isso, depois de fazer o curso, não há mais gastos para coloca-lo em prática.
O curso começa do zero, explicando item por item até que a pessoa entenda tudo o que precisa para inserir estratégias de marketing digital em sua empresa. Todo o material do curso está gravado em vídeos, o que facilita ainda mais o entendimento de cada aula e passo a passo.

Segunda opção

Já o curso de marketing digital para iniciantes Afiliado Zen, é dividido em seis módulos, onde em cada um é possível aprender um pouco mais sobre o marketing para sua empresa. Os módulos explicam a importância de se escolher o produto certo para vender, onde o conteúdo deve ser postado, estratégias para atrair o público para seu espaço virtual e ainda as formas certas de se relacionar com o seu público para atingir vendas.

Terceira opção
Como terceira possibilidade de curso de marketing digital para iniciantes, temos o Afiliado de Sucesso. Dividido em nove partes, engloba diversas redes sociais e metodologias para que, ao se conhecer cada uma, se possa fazer a escolha certa, qual delas deve ser utilizada para propagação do marketing digital. O curso explica conceitos básicos sobre o que é um site, para que ele serve, se o blog ou o Facebook tem mais resultados e assim sucessivamente.

Quarta opção

O quarto e último curso inserido hoje é o Afiliado Expert Extreme, focando todas as suas etapas em um curso de marketing digital para iniciantes. O lado positivo deste curso está no fato de que ele é direto, claro, não esconde nenhum dado da empresa, nem problemática que pode vir a ocorrer no meio de uma das metodologias que serão aplicadas. São diversos vídeos disponíveis para seu acesso, que facilitam o entendimento dos módulos.
Existem ainda, muitas outras opções de curso de marketing para iniciantes, estas são apenas algumas e que foram usadas para exemplificação. Tudo depende do que a empresa pretende e quanto deseja investir.

 

[contact-form-7 id=”98″ title=”Formulário de contato 1″]

Youtube para iniciantes, por onde começar?

Que o Youtube é uma ferramenta prática e muito acessada, todo mundo sabe. Mas e o Youtube para iniciantes? É fácil? Existem truques que prejudicam quem está iniciando? Não. O Youtube para iniciantes, assim como a ferramenta para quem já tem a prática, possibilita acesso fácil, rápido e o melhor, se o seu canal na página for bem administrado, um número de visualizações serão geradas rapidamente, ou seja, seu vídeo é visto por muitas pessoas e se este for empresarial, elas então passam a conhecer sua marca.

Porém, para que não existam problemas na utilização do Youtube para iniciantes, existem algumas estratégias que podem ser seguidas para que o sucesso de suas publicações seja certo e assim, sua empresa venha a lucrar com isso, ainda mais do que espera

Como entender o Youtube para iniciantes ?

A primeira coisa a se pensar é que o Youtube para iniciantes exige um cadastro e então a elaboração do famoso canal. É preciso que se encontre um nome chamativo para este canal, uma vez que ele será a fonte das postagens, ou seja, todas as publicações serão ali postadas. Depois de escolhido e cadastrado o canal, deve-se pensar em como organizá-lo, quando será feita a primeira publicação e de quanto em quanto tempo serão postados os materiais. Isso porque, fazendo estes planejamentos, é possível deixar isso claro para os internautas que passarão a visitar seu canal.

Se no primeiro vídeo foi prometido que seria feita a postagem de um vídeo por semana e o internauta que assistiu gostou do que viu, na outra semana ele voltará neste mesmo canal para verificar o segundo e assim por diante. Quando se posta um vídeo também é possível fazer algumas escolhas. Uma delas é se a publicação será particular, só para você mesmo ou pública. Se particular, é possível que se publique um vídeo e o leve ao ar em outro momento, na então publicação pública.

 

youtube

Leia também: Marketing digital, por onde começar?

Conquistando os visitantes

Em meio às publicações, pode ser pedido que as pessoas que assistam a curtam deixem seus comentários e até sigam o seu canal para assistirem aos próximos vídeos. Assim, seu canal passará a ter seguidores fixos e muito mais visualizações. Compartilhar os seus vídeos em suas redes sociais também é muito positivo, já que assim, mais pessoas terão acesso ao Youtube para iniciantes e sua página.

Porém, quando se cria uma sequência de conteúdos, é necessário monitorar cada uma das publicações para que se perceba se os seus vídeos estão ou não agradando o público em questão. Com o monitoramento, é possível, por exemplo, descobrir qual é o assunto que as pessoas mais têm interesse ou o porquê de um vídeo ter feito tanto sucesso e outro não. O seu canal ser ou não visitado depende muito deste controle.

O Youtube para iniciantes deixa claro, a importância de se ter inscritos em sua página, já que estes somarão as pessoas que gostaram tanto de seus vídeos, que querem acessá-los sempre e receber em primeira mão o próximo vídeo publicado. Estas inscrições dependem única e exclusivamente de seus visitantes, uma vez que, se em algum momento o conteúdo não estiver mais chamativo o suficiente para eles, eles poderão desativar a sua inscrição e assim, você perderá o número de seguidores.

A importância dos textos nos vídeos

Palavras-chave e descrições bem elaboradas são duas ferramentas que não podem ser esquecidas no Youtube para iniciantes. Isso porque, se engana quem pensa que só porque o Youtube é um espaço para postagens de vídeos, os textos ficam de fora. Quando mais bem elaboradas forem as descrições dos vídeos e os títulos das publicações, mais visualizações estes terão. Inclusive, a questão das palavras-chave diz respeito também ao ranking de sites de pesquisa.

Isso porque, assim que qualquer pessoa entrar em um destes sites e solicitar vídeos sobre o assunto que é publicado em seu canal, por mais que as suas publicações trabalhem com o Youtube para iniciantes, seu canal será facilmente encontrado no ranking de conteúdos.

Os textos também podem ser elaborados como roteiro antes de o vídeo ir ao ar. Ou seja, a pessoa cria em formato de texto tudo que pretende falar em seu vídeo e depois, na hora da gravação, apenas segue este roteiro, facilitando assim o processo de gravação e impedindo que algo de importante que será dito, seja esquecido.

[contact-form-7 id=”98″ title=”Formulário de contato 1″]

O que é SEO? Como fazer?

Quando se fala em marketing para determinada empresa, acontecem muitos questionamentos sobre o que realmente é importante em uma campanha e sem dúvida, o SEO faz parte deste processo. Isto porque, para que a empresa consiga atingir os seus objetivos com a sua propagação, é necessário que esta seja planejada e um texto referente ao que será dito ou elaborado é fundamental, já que serve de base para o procedimento.

Mas afinal, o que é SEO e qual é a sua função dentro de uma produção? O SEO serve basicamente para deixar o texto escrito de uma forma mais chamativa e ele pode contar com algumas estratégias para isso, como palavras-chave sublinhadas e ainda, frases curtas e chamativas. Quanto mais simples o texto ficar, mais o SEO estará sendo usado, uma vez que este é seu objetivo.

Isso porque, quando se pensa em o que é SEO, é preciso que se entenda que são estratégias que auxiliam todo o processo textual a chamar mais atenção do leitor, ouvinte ou enfim, futuro consumidor. Se a estratégia for bem utilizada, fica fácil, por exemplo, convencer o leitor de que aquele produto deve ser adquirido, uma vez que o SEO torna o texto de fácil entendimento e ainda, proporciona a ele mais conhecimento, uma vez que a leitura fica fácil com o SEO e permite que todas as informações sejam entendidas.

seo

Leia também: SEO para marketing digital, por onde começar

Entendendo o que é SEO

A primeira definição com relação a o que é SEO pode ser entendida como um sistema que permite que o texto fique bem entendido e ainda, facilmente encontrado quando for buscado em páginas de pesquisa. Isso porque o SEO exige que se trabalhe com uma palavra chave durante o texto. Se o tema da escrita for, por exemplo, a utilização de produtos naturais para a dieta e esta for a escolha da palavra-chave, ela deverá aparecer inúmeras vezes durante o texto, para que qualquer pessoa que venha a pesquisar este tema na internet, encontre este artigo.

Definir o público alvo do seu meio de comunicação, site ou objetivo de geração de vendas, faz parte da explicação de o que é SEO, uma vez que para entender inteiramente o conceito é preciso que se produzam materiais para atingir um público determinado e não geral. Isso porque, quando se tem um objetivo em si, neste caso, escrever para um público X, é possível construir um contexto que agrade justamente este público e isso basicamente representa estratégias de utilização do SEO.

Assim, quando este público acessar o conteúdo da empresa, ficará fácil do mesmo acabar se convencendo que comprar aquele produto ou passar a fidelizar aquela determinada empresa, pode ser uma boa ideia, visto que, esta empresa se preocupa em agradar públicos diferentes e não apenas gera o conteúdo para qualquer pessoa. O que é SEO pode ainda, ser entendido como um facilitador de conteúdos, uma vez que com estas ferramentas é possível que empresas tenham o seu serviço simplificado.

Quando usar o SEO

Muita gente acaba se perguntado como saber o que é SEO ou quando utilizá-lo, quando não se tem nenhuma informação sobre ele e a resposta é simples. Hoje, existem muitos espaços, inclusive online, onde são postados diversos materiais referentes ao assunto, inclusive com passo a passo. Isso porque, muitas pessoas e principalmente empresas, desejam que as técnicas de SEO sejam usadas por seus funcionários na hora das produções, mas muitos deles nem sabem o que é SEO.

Então, a internet facilitou esta questão, publicando na rede possibilidades de ebooks e materiais explicativos que comentam cada etapa do SEO, inclusive exemplificações que podem ser utilizadas. O que se percebe é que hoje, inclusive, é obrigatória a utilização de SEO pelos redatores contratados e esta é a maior prova de que o sistema facilitador realmente funciona, faz sentido, tem resultados.

Ele não é usado apenas em textos, mas para quem ainda não sabe o que é SEO e pretende usá-lo, ele também pode ser utilizado em sites para que determinados anúncios ou links tenham destaque na página. Esta é uma das estratégias denominadas otimização e serve justamente para tornar o site mais “limpo” visualmente e com mais destaque para aquele determinado anúncio. Se não houver esta otimização, todas as partes do site ficarão da mesma forma e o objetivo de propagar determinado assunto perderá o sentido.

[contact-form-7 id=”98″ title=”Formulário de contato 1″]

Marketing digital, por onde começar?

O marketing digital é uma das possíveis ferramentas que pode ser utilizada para então, uma empresa melhorar as suas estratégias de venda e conseguir um número maior de consumidores. A necessidade dele surgiu em meio à era tecnológica, onde grande parte das pessoas já têm diversos acessos a ferramentas digitais e assim, as empresas passaram a ter que produzir e oferecer possibilidades também para este público.
Hoje, muitas pessoas nem saem mais de suas casas para adquirir produtos, fazem todas as transações online e assim, tem o processo de compra facilitado. Isso porque, desde o cadastro no site, escolha do produto, até a finalização, com a escolha do pagamento e forma de entrega, é um processo que não dura mais de cinco minutos atualmente.

 

Além disso, o marketing digital surgiu também não só para vendas, mas também como forma de apenas anunciar um produto. Assim, o produto é divulgado de diversas formas e este passa a ficar registrado no subconsciente de quem o vê e quando a pessoa precisar adquirir este produto, facilmente fará a assimilação da propaganda e esta será a sua escolha.

 

marketing-digital

 

Leia também: Marketing digital para pequenas empresas, como fazer?

 

Como iniciar a utilização do marketing digital?

Como primeira estratégia de marketing digital, é necessário que a empresa saiba o que quer e até onde deseja chegar. Isso porque, de nada adianta contratar diversas estratégias de marketing digital se não existir um porque para isso. Normalmente o marketing digital é a estratégia escolhida quando se existem problemas na empresa em alguns fatores, principalmente nas vendas. Até porque, se tudo estivesse correndo tão bem assim, não seriam necessárias tantas estratégias.
O segundo ponto a ser analisado com relação ao marketing digital está no fato de que é preciso analisar o mercado em questão, uma vez que construir uma empresa e tentar propaga-la se já existem muitas concorrentes, dobrará o serviço do marketing digital, porque serão necessárias ferramentas inovadoras se comparadas com as outras instituições.

Depois de analisar as concorrentes e as metodologias que elas utilizam online, então é o momento de escolher onde este marketing digital será inserido e de que forma.
Entre as estratégias que podem ajudar uma empresa no meio online, uma delas é a criação de um blog da instituição, uma vez que isso ajudaria a mesma a informar ao seu público tudo sobre a empresa e os produtos, fazer com que ele passe a conhecer cada detalhe, porém de uma forma mais informal, descontraída.

Criar um blog é permitir que aconteça um primeiro contato entre o cliente e a empresa e o melhor de tudo isso: de forma rápida e eficaz.

Técnicas para ações de marketing digital

Então, depois do espaço estabelecido e a escolha de se ter um blog ou não feita, é preciso que o marketing digital trabalhe com conteúdos inteligentes para este espaço, uma vez que nenhum cliente vai querer interagir ou consultar em um espaço que não possibilite diversas formas diferenciadas de geração de conteúdo. Para esta estratégia é possível utilizar as técnicas do SEO, que nada mais são do que formas de tornar o conteúdo mais agradável.

 

A primeira técnica SEO se encontra na ideia de escolher uma palavra-chave para o texto. Assim, ela deverá aparecer diversas vezes no texto, deixando claro qual é o tema principal que a mensagem quer passar. A criação de subtítulos para quebrar o texto e de frases e parágrafos curtos, se encaixa também nesta otimização usando o SEO.

Leia mais em: Marketing digital para pequenas empresas, como fazer?

Imagens em meio aos contextos também podem fazer com que o leitor fique mais focado e grave facilmente a mensagem passada através da figura, assim como um vídeo empresarial. Os métodos de se criar e propagar o conteúdo são inúmeros, mas é necessário que se entenda que sem conteúdo, de nada adianta ter trinta opções de lugares para inserir as estratégias de marketing digital.

Basta criar e deixar o espaço online com conteúdo?

Depois que a estratégia de marketing for ao ar, é preciso então, conquistar clientes, que serão a base da sua ferramenta, uma vez que serão eles que participarão dos processos e adquirirão ou não os produtos. Tudo que for gerado, postado ou divulgado não será em vão, terá o enfoque no público alvo, por isso é necessário que se criem estratégias no lugar certo e para o público certo, já que assim não se precisará fazer tanta divulgação, uma vez que o público terá interesse em conhecer seu espaço quando ouvir falar dele.

[contact-form-7 id=”98″ title=”Formulário de contato 1″]

Como vender mais pela internet

Nos últimos anos, o comercio online, ou e-commerce, como também é conhecido, deu um grande salto de crescimento. Leia este artigo completo para saber como vender mais pela internet!

Cada vez mais as pessoas estão comprando pela internet. Isso se dá por conta da facilidade proporcionada pelas lojas online, onde você pode comprar o produto que quiser, na hora que quiser, e o melhor de tudo, você pode fazer isso sentado no sofá de sua sala.

As vantagens do mercado online não param por aí. Ao comprar pela internet, o consumidor tem uma verdadeira infinidade de opções, tanto de produtos como de preços, podendo comparar preços de diferentes lojas em poucos minutos. Esses e muitos outros fatores fazem as lojas venderem mais pela internet.
E para sua loja ter sucesso em qualquer loja, não importa qual seja o ramo do seu negócio, o mais importante para prosperar é satisfazer o cliente. Nos negócios online, isso não muda. Porém, devido a algumas particularidades do e-commerce, é necessário prestar atenção em alguns outros fatores que podem te ajudar a vender mais pela internet.

Confira abaixo algumas dicas para saber como vender mais pela internet:

Estar preparado para entrar na internet

Antes mesmo de dar seu primeiro passo na internet, é necessário compreender os bastidores de uma loja online, isto é, quem são os fornecedores, os parceiros, os clientes, os concorrentes, como será seu planejamento de marketing etc.

Ter um site 100% funcional e de ótima navegabilidade

Outro ponto muito importante é fornecer um site que tenha fluidez na navegação, ou seja, tudo que estiver a disposição no site, deve funcionar da melhor maneira possível. É necessário fornecer ao cliente o máximo de facilidades possíveis ao entrar em sua página, deixando-a com a maior usabilidade que conseguir.

como-vender-mais-pela-internet

Ter obsessão pela logística

Esta e uma questão muito importante na hora de vender pela internet.Por não haver contato físico durante uma compra pela internet, depois de adquirir determinado produto, o cliente fica com grandes expectativas para o recebimento do produto em questão. O ideal é que o tempo da entrega seja menor ou pelo menos igual do que o estipulado no site. E também é de extrema importância o produto chegar em estado perfeito, sem nenhum defeito.

Oferecer multicanais ao cliente

É preciso ter meios de se comunicar com os clientes, seja por meio de redes sociais, um chat no próprio site, ou algum e-mail especifico para atendimento ao cliente, além de ter um telefone para o atendimento ao consumidor. Investir nas mídias digitais além de oferecer uma opção de conversar com os clientes, também é ótimo para o marketing de sua loja.

Montar uma equipe preparada e bem treinada

Outro ponto importante para seu vender mais pela internet, é ter uma equipe bem preparada. Ter gente de qualidade cuidando do conteúdo do seu site, do design, do marketing, ou de qualquer questão relacionada a TI pode fazer uma enorme diferença na hora de conseguir um novo cliente para sua loja.

Anunciar

Um bom jeito de iniciar é fazendo alguns testes com pequenos investimentos e analisando os resultados, verificando se com os anúncios feitos geraram um aumento de cliques, de visitas, de vendas etc.

Investir em SEO (Search Engine Optimization)

Leia também: SEO para marketing digital

A tradução da expressão SEO, Otimização para Mecanismos de Buscas, já diz tudo. A função do SEO é melhorar o ranking de seu site nas ferramentas de busca, dando destaque ao conteúdo de sua página.

 

[contact-form-7 id=”98″ title=”Formulário de contato 1″]

SEO para marketing digital, por onde começar

seo para marketing digital

É muito comum para muitas empresas ter a dúvida se o investimento em SEO ainda faz sentido, até mesmo para aquelas que acreditam que a melhor forma de encontrar novos clientes é ser achado por ele. Essa dúvida se dá por conta das muitas mudanças que ocorreram nos últimos tempos na performance dos motores de busca e chegou-se até mesmo a se cogitar a morte do SEO. E de fato muitas mudanças ocorreram. Para se tomar como parâmetro, o Google fez cerca de 500 atualizações em 2014. No entanto, a verdade é que essas atualizações têm como objetivo possibilitar ao usuário uma melhor experiência, fazendo com que as buscas sejam cada vez mais refinadas e eficientes. Neste sentido o SEO para marketing digital é uma estratégia fundamental!

Para as organizações, a invariável é que a constância de novos posts é vigorosamente ligada a todas estas alterações, levando mais em consideração a qualidade e originalidade das publicações, diferentemente de antes, quando a quantidade de publicações ou até mesmo simples truques poderiam te fazer chegar no topo. Esse é o núcleo de uma estratégia descente de SEO para marketing digital, e ela não irá dar certo se o conteúdo produzido não for de qualidade. Considere ainda a organização da página, a fluidez na hora de navegar no site, e alguns outros itens que possam possibilitar ao usuário uma melhor experiência.

Mesmo com muitos antigos truques deixando de funcionar, sempre irão existir alguns métodos, ajustes e orientações que vão ajudar seu site a oferecer um melhor serviço, o que alavancará sua página nas pesquisas dos motores de busca.

 

SEO para marketing digital, alguns pontos básicos

  1. Definindo seu público alvo

É de extrema importância ter definidas quem são as pessoas que irão buscar pelos seus serviços/soluções em SEO para marketing digital, sendo o passo mais importante desta lista. Isso se dá por que saber com quem você irá lidar vai além de definição de dados demográficos e geográficos.

  1. Pesquisa de Palavras-Chave

Outro tópico a ser levado em consideração, é compreender o comportamento e os interesses de seus usuários. Quando se entende os interesses e os comportamentos do usuário, pode-se usar isso como direcionamento, facilitando muito uma pesquisa por meio de palavras-chave.

 

seo para marketing digital

 

Pode-se dizer que as palavras-chave são o principal ponto de partida em uma estratégia de SEO, devido ao fato de ser baseada nelas que trará os usuários que tem os interesse no assunto ao seu site.

Leia também: Dicionário de marketing digital

 

  1. Diagnóstico estrutural

Outro item que ainda tem muita importância em SEO é a arquitetura do seu site. É necessário que os usuários consigam navegar com fluidez e consigam encontrar com facilidade as páginas que ele deseja, por meio de uma estrutura de links de qualidade.

 

  1. Otimização On Page

Após instaurar uma boa estrutura e definir uma boa lista de palavras-chave, está na hora de otimizar seu site. Procure fazer uma análise geral de seu site, identificando em suas várias páginas o principal foco e palavra-chave em cada uma delas. Depois de concluir esta etapa, você deve definir qual seu objetivo, baseado na organização de sua página. Basicamente você irá trabalhar com as palavras-chave desejadas, inserindo elas nos principais pontos de cada página.

[contact-form-7 id=”98″ title=”Formulário de contato 1″]